Home - helio.loureiro.eng.br

Helio Loureiro - site pessoal, blog, informações, scripts, unix, linux, receitas técnicas, python, cyberativismo e outros
  • Mantendo pacote no AUR

    Logo que passei a usar o archlinux, que descrevi em A era do Arch Linux, descobri rapidamente que existe um repositório chamado AUR, ArchLinux User Repository.

    O AUR é basicamente um respositório de repositórios com código fonte pra criar pacotes pro archlinux criado pros usuários.  Não é preciso criar muito vínculo com o projeto e basta puxar seu pacote lá.

    Em um desses dias, durante um upgrade com pacman, apareceu pra mim que um pacote python estava desatualizado, marcado como órfão.  Então decidi arregaçar as mangas pra enviar um patch de atualização pro pacote.

    Li a documentação de como gerar os pacotes no archlinux, que é muito, mas muito, muito fácil.  O sistema é fácil pra descomplicar a vida.  É praticamente um Makefile que você configura e bota pra rodar.  E tudo é controlado com git.

    Então meio que adotei o pacote e o tenho mantido atualizado desde então: https://aur.archlinux.org/packages/python-pytelegrambotapi

    A desburocracia é imensa.  Foi só clonar o repositório, alterar, testar e mandar um push com o update.

    O lado ruim da coisa é que qualquer coisa pode ser enviada pra um desses repositórios.  Não há verificação.  Na verdade parte da ideia do AUR é essa mesmo: pouca burocracia, mas você é responsável pelo que usa.  Então é por sua conta e risco pegar pacotes de lá e assume-se que deu uma boa olhada no PKGBUILD, que é a instrução de como o pacote é gerado.  Pra esse pacote do pytelegrambotapi por exemplo o arquivo é esse aqui:  https://aur.archlinux.org/cgit/aur.git/tree/PKGBUILD?h=python-pytelegrambotapi

    Só de olhar esse arquivo dá pra perceber o porquê adotei o pacote AUR: é muito fácil manter.  Muito.

    Mais um ponto positivo pro archlinux.

    E você?  Ainda não migrou pra ele?

  • Ataque em junho de 2022?

    Hoje estava olhando pro gráficos anuais de performance da VM quando vi a imagem acima.  Parece ataque.  Tem cara de ataque mas... não achei nada que tivesse relacionado.

    Tem algo na parte de firewall:

    Mas é só isso.

    Não tem tráfego no Apache:

    O pico no final do ano fui em fazendo upgrade.  Mas só.  Os outros gráficos de CPU, load average, etc não mostram nada.

    Não sei se isso me deixa feliz ou triste.  Por um lado estou feliz de estar de pé sem precisar mexer em nada por outro lado... o que será que foi atacado?

    No momento sigo chorrindo.

    Nota: as configurações que seguram o site e tudo mais em pé são as descritas em O dia em que sofri um ataque de DDoS.

  • Análise do site em 2022

    E como foi o tráfego por aqui em 2022?

    Sem muitas surpresas eu diria.  Um tráfego baixo e mais ou menos constante com o passar do tempo.

    Qual sistema operacional?

    Windows continua sendo a maioria isolada.  Mas os demais somados já são mais da metade.  Então existe alguma esperança pra humanidade.  Ainda que pouca.

    E navegadores?  Acho que essa vai sem grandes surpresas.

    Chrome com larga marge à frente.  Firefox e safari empatados.  Edge mostrando que por enquanto continua longe de ser usado de verdade.

    E vamos pro mobile.

    Mesmo Android sendo uns 85% do mercado mobile, teve bastante gente em iOS acessando o site.  Interessante.

    E sem surpresas pra origem dos acessos.  Brazil é líder isolado.  Seria estranho não ser uma vez que só escreve em português por aqui.

    Das páginas mais lidas, a surpresa foram Fim da LinuxMall? e Brasil: a terra em que malandro é malandro, mané é mané.  Provavelmente essa última foi por conta da mesma empresa estar novamente aplicando golpes.

    E quem fez referências ao site?

    A maioria foi de busca direto pelo Google.  Alguns via twiiter (o t.co) e alguns poucos de facebook e duckduckgo.  Menção honrosa ao Bing.

    E o que buscaram por aqui?

    Alguns devem ter sido pela divulgação de links que fiz no Twitter, que agora abandonei pelo Mastodon.

    As redes sociais que apontaram pra mim tiveram Twitter como grande campeão, mas era onde eu fazia mais anúncios dos posts.  Esse lugar deve ser tomado pelo Mastodon em 2023 uma vez que Twitter virou abandonware pra mim.

    Isso irá impactar no acesso ao site?  Acho que não.  Muita gente vem por busca orgânica.

    E mesmo com mudança de template, upgrade de joomla, eu consegui dessa vez não perder tráfego.  Isso foi bom.

    E que comece 2023!

Debian Brasil

  • About Debian Brasil at Latinoware 2022

    From November 2nd to 4th, 2022, the 19th edition of Latinoware - Latin American Congress of Free Software and Open Technologies took place in Foz do Iguaçu. After 2 years happening online due to the COVID-19 pandemic, the event was back in person and we felt Debian Brasil community should be there. Out last time at Latinoware was in 2016

    The Latinoware organization provided the Debian Brazil community with a booth so that we could have contact with people visiting the open exhibition area and thus publicize the Debian project. During the 3 days of the event, the booth was organized by me (Paulo Henrique Santana) as Debian Developer, and by Leonardo Rodrigues as Debian contributor. Unfortunately Daniel Lenharo had an issue and could not travel to Foz do Iguaçu (we miss you there!).

    A huge number of people visited the booth, and the beginners (mainly students) who didn't know Debian, asked what our group was about and we explained various concepts such as what Free Software is, GNU/Linux distribution and Debian itself. We also received people from the Brazilian Free Software community and from other Latin American countries who were already using a GNU/Linux distribution and, of course, many people who were already using Debian. We had some special visitors as Jon maddog Hall, Debian Developer Emeritus Otávio Salvador, Debian Developer Eriberto Mota, and Debian Maintainers Guilherme de Paula Segundo and Paulo Kretcheu.

    Photo from left to right: Leonardo, Paulo, Eriberto and Otávio.

    Photo from left to right: Paulo, Fabian (Argentina) and Leonardo.

    In addition to talking a lot, we distributed Debian stickers that were produced a few months ago with Debian's sponsorship to be distributed at DebConf22 (and that were left over), and we sold several Debian t-shirts) produced by Curitiba Livre community).

    We also had 3 talks included in Latinoware official schedule. I) talked about: "how to become a Debian contributor by doing translations" and "how the SysAdmins of a global company use Debian". And Leonardo) talked about: "advantages of Open Source telephony in companies".

    Photo Paulo in his talk.

    Many thanks to Latinoware organization for once again welcoming the Debian community and kindly providing spaces for our participation, and we congratulate all the people involved in the organization for the success of this important event for our community. We hope to be present again in 2023.

    We also thank Jonathan Carter for approving financial support from Debian for our participation at Latinoware.

    Portuguese version

  • Participação da comunidade Debian no Latinoware 2022

    De 2 a 4 de novembro de 2022 aconteceu a 19º edição do Latinoware - Congresso Latino-americano de Software Livre e Tecnologias Abertas, em Foz do Iguaçu. Após 2 anos acontecendo de forma online devido a pandemia do COVID-19, o evento voltou a ser presencial e sentimos que a comunidade Debian Brasil deveria estar presente. Nossa última participação no Latinoware foi em 2016

    A organização do Latinoware cedeu para a comunidade Debian Brasil um estande para que pudéssemos ter contato com as pessoas que visitavam a área aberta de exposições e assim divulgarmos o projeto Debian. Durante os 3 dias do evento, o estande foi organizado por mim (Paulo Henrique Santana) como Desenvolvedor Debian, e pelo Leonardo Rodrigues como contribuidor Debian. Infelizmente o Daniel Lenharo teve um imprevisto de última hora e não pode ir para Foz do Iguaçu (sentimos sua falta lá!).

    Várias pessoas visitaram o estande e aquelas mais iniciantes (principalmente estudantes) que não conheciam o Debian, perguntavam do que se tratava o nosso grupo e a gente explicava vários conceitos como o que é Software Livre, distribuição GNU/Linux e o Debian propriamente dito. Também recebemos pessoas da comunidade de Software Livre brasileira e de outros países da América Latina que já utilizavam uma distribuição GNU/Linux e claro, muitas pessoas que já utilizavam Debian. Tivemos algumas visitas especiais como do Jon maddog Hall, do Desenvolvedor Debian Emeritus Otávio Salvador, do Desenvolvedor Debian Eriberto Mota, e dos Mantenedores Debian Guilherme de Paula Segundo e Paulo Kretcheu.

    Foto da esquerda pra direita: Leonardo, Paulo, Eriberto e Otávio.

    Foto da esquerda pra direita: Paulo, Fabian (Argentina) e Leonardo.

    Além de conversarmos bastante, distribuímos adesivos do Debian que foram produzidos alguns meses atrás com o patrocínio do Debian para serem distribuídos na DebConf22(e que haviam sobrado), e vendemos várias camisetas do Debian produzidas pela comunidade Curitiba Livre.

    Também tivemos 3 palestras inseridas na programação oficial do Latinoware. Eu fiz as palestras: “como tornar um(a) contribuidor(a) do Debian fazendo traduções” e “como os SysAdmins de uma empresa global usam Debian”. E o Leonardo fez a palestra: “vantagens da telefonia Open Source nas empresas”.

    Foto Paulo na palestra.

    Agradecemos a organização do Latinoware por receber mais uma vez a comunidade Debian e gentilmente ceder os espaços para a nossa participação, e parabenizamos a todas as pessoas envolvidas na organização pelo sucesso desse importante evento para a nossa comunidade. Esperamos estar presentes novamente em 2023.

    Agracemos também ao Jonathan Carter por aprovar o suporte financeiro do Debian para a nossa participação no Latinoware.

    Versão em inglês

  • Brasileiros(as) Mantenedores(as) e Desenvolvedores(as) Debian a partir de julho de 2015

    Desde de setembro de 2015, o time de publicidade do Projeto Debian passou a publicar a cada dois meses listas com os nomes dos(as) novos(as) Desenvolvedores(as) Debian (DD - do inglês Debian Developer) e Mantenedores(as) Debian (DM - do inglês Debian Maintainer).

    Estamos aproveitando estas listas para publicar abaixo os nomes dos(as) brasileiros(as) que se tornaram Desenvolvedores(as) e Mantenedores(as) Debian a partir de julho de 2015.

    Desenvolvedores(as) Debian / Debian Developers / DDs:

    Marcos Talau

    • DDPO
    • Desde agosto de 2022
    • Cidade de residência: Curitiba - PR

    Fabio Augusto De Muzio Tobich

    • DDPO
    • Desde maio de 2021
    • Cidade de residência: Curitiba - PR

    Gabriel F. T. Gomes

    • DDPO
    • Desde maio de 2020
    • Cidade de residência: Campinas - SP

    Thiago Andrade Marques

    • DDPO
    • Desde maio de 2020
    • Cidade de residência: Campinas - SP

    Márcio de Souza Oliveira

    • DDPO
    • Desde fevereiro de 2019
    • Cidade de residência: Brasília - DF

    Paulo Henrique de Lima Santana

    • DDPO
    • Desde janeiro de 2019
    • Cidade de residência: Curitiba - PR

    Samuel Henrique

    • DDPO
    • Desde abril de 2018
    • Cidade de residência: Curitiba - PR

    Sérgio Durigan Júnior

    • DDPO
    • Desde março de 2018
    • Cidade de residência: Toronto - Canadá

    Daniel Lenharo de Souza

    • DDPO
    • Desde maio de 2017
    • Cidade de residência: Curitiba - PR

    Giovani Augusto Ferreira

    • DDPO
    • Desde dezembro de 2016
    • Cidade de residência: Poço Fundo - MG

    Adriano Rafael Gomes

    • Desde agosto de 2016
    • Cidade de residência: Novo Hamburgo - RS

    Breno Leitão

    • DDPO
    • Desde agosto de 2016
    • Cidade de residência: Campinas - SP

    Lucas Kanashiro

    • DDPO
    • Desde junho de 2016
    • Cidade de residência: Brasília - DF

    Herbert Parentes Fortes Neto

    • DDPO
    • Desde junho de 2016
    • Cidade de residência: Rio de Janeiro – RJ

    Mantenedores(as) Debian / Debian Maintainers / DMs:

    Guilherme de Paula Xavier Segundo

    • DDPO
    • Desde abril de 2022
    • Cidade de residência: Campo Mourão - PR

    David da Silva Polverari

    • DDPO
    • Desde janeiro de 2022
    • Cidade de residência: Brasília - DF

    Paulo Roberto Alves de Oliveira

    • DDPO
    • Desde novembro de 2021
    • Cidade de residência: São Vicente - SP

    Sergio Almeida Cipriano Junior

    • DDPO
    • Desde novembro de 2021
    • Cidade de residência: Brasília - DF

    Francisco Vilmar Cardoso Ruviaro

    • DDPO
    • Desde agosto de 2020
    • Cidade de residência: Santa Maria - RS

    William Grzybowski

    • DDPO
    • Desde dezembro de 2019
    • Cidade de residência: Curitiba - PR

    Tiago Ilieve

    • DDPO
    • Desde maio de 2016
    • Cidade de residência: Belo Horizonte - MG

    Observações:

    1. Esta lista será atualizada quando o time de publicidade do Debian publicar novas listas com DMs e DDs e tiver brasileiros.
    2. Para ver a lista completa de Mantenedores(as) e Desenvolvedores(as) Debian, inclusive outros(as) brasileiros(as) antes de julho de 2015 acesse: https://nm.debian.org/public/people

Arch Linux Brasil: Feed de notícias

Notícias sobre o Arch, pacotes, projetos e mais
  • Em memória de Jonathon Fernyhough

    Rafael Fontenelle escreveu:

    O Arch Linux lamenta a perda repentina de Jonathon Fernyhough, conhecido em nossa comunidade como jonathon, que faleceu na noite de sábado.

    Jonathon foi um participante ativo e colaborador do Arch Linux, várias distribuições derivadas, o AUR e por meio de repositórios pessoais. Ele era entusiasmado, prestativo e ansioso para contribuir para melhorar a comunidade de software livre e de código aberto como um todo.

    Em nome da comunidade mais ampla do Arch Linux, nossas condolências vão para sua família e amigos.

  • Removendo python2 dos repositórios

    Rafael Fontenelle escreveu:

    O Python 2 chegou ao fim de vida útil em janeiro de 2020. Desde então, reduzimos ativamente o número de projetos que dependem do python2 em nossos repositórios e finalmente conseguimos eliminá-lo de nossa distribuição. Se você ainda tiver o python2 instalado em seu sistema, considere removê-lo e qualquer pacote python2.

    Se você ainda precisar do pacote python2, poderá mantê-lo por perto, mas esteja ciente de que não haverá atualizações de segurança. Se você precisar de um pacote corrigido, consulte o AUR ou use um repositório não oficial de usuário.

  • Alterações nas listas de discussão do Arch Linux

    Rafael Fontenelle escreveu:

    Como parte do descarte do Python 2 que chegou ao fim da vida útil (EOL), o Arch migrou as listas de discussão de mailman2 para mailman3.

    A rescrita do cabeçalho "From" e do assunto (para preceder o nome da lista) foi desabilitada para manter a assinatura DKIM intacta. Isso significa que "a href="https://wiki.archlinux.org/title/Diretrizes_gerais#Responder_à_lista_de_discussão">"esponder à lista de discussão" deve ser usado ao responder à lista e talvez seja necessário atualizar seus filtros e regras que correspondam ao cabeçalho "From".

    Todas as assinaturas existentes foram migradas e você não precisa se inscrever novamente. Para gerenciar suas assinaturas, uma nova conta mailman3 deve ser registrada.