O Prof. Alessandro Strumia, da Universidade de Pisa, foi suspenso dos quadros do CERN devido a comentários que foram considerados sexista. Foi aberto nesta segunda-feira uma investigação para avaliar o caso.

O caso ocorreu quando estava palestrando em Geneva, pelo CERN. Denunciantes consideraram a apresentação do professor inaceitável.

A denúncia é que haveria dito que as físicos (profissão) femininas predominantemente se revela como: "não sexista para mulheres. A verdade não importa. É parte de uma batalha politica vindo de fora" (tradução livre). Mostrou também slides que as mulheres com quem trabalhou fazem mais referências bibliográficas que os homens.

Contatado, o professor argumentou que "Pessoas dizem que física é sexista, física é racista, eu fiz uma pequena pesquisa e constatei que não. Que isso está se tornando sexista para os homens e digo isto" (tradução livre). Colegas de trabalho comentaram da interferência politica no CERN

Fonte: https://www.bbc.com/news/world-europe-45709205

Add a comment

Parece piada, mas não é.

Mesmo existindo o FreeDOS, opção opensource viável para a criação daqueles pendrives bootáveis para atualizações de BIOS, agora a Microsoft liberou os fontes do MS-DOS usando a licença MIT.

Fonte: Github

Add a comment

ATUALIZAÇÃO: ESTA NOTÍCIA É UMA FAKE NEWS! Segundo apurou o grupo de investigação jornalística do linux-br, Um cara que não é desenvolvedor do kernel mandou mensagem pra lista de desenvolvedores xingando o CoC. Um outro perfil falso respondeu. Um conhecido site sobre Linux do Brasil pegou esse fato como se todos os desenvolvedores do kernel tivessem essa opinião e publicou. Pedimos desculpas aos nossos leitores pelo descuido. Segue a notícia original, para apreciação.

A adoção do novo CoC pelo kernel Linux está despertando polêmicas. Agora, vários desenvolvedores do kernel estão ameaçando rescindir os direitos autorais de suas contribuições de código para o projeto, em resposta à adoção do polêmico novo regulamento.

Uma carta aberta enviada à LKML diz que:

Os contribuidores podem, a qualquer momento, rescindir a garantia de licença referente às suas propriedades via notificação escrita àqueles quem eles estão rescindindo a garantia (a respeito de sua propriedade (código)).

A versão 2 da GPL carece de uma cláusula de não-rescisão (a versão 3 da GPL) tem tal cláusula: para tentar fornecer aos réus uma defesa de preclusão, o kernel Linux está licenciado sob a versão 2, não obstante como estão as contribuições passadas.

Quando os réus ignoram a rescisão e continuam usando o código do demandante, este pode processar o réu sob o estatuto dos direitos autorais.

Contribuidores banidos devem fazer isso (nota: o demandante está para registrar seu direito autoral antes de entrar com o processo, o copyright não tem de estar registrado no momento da violação, no entanto).

Em resumo, se esta "kill switch" for acionada, a maior parte do kernel Linux poderá ficar inutilizável ou vulnerável, o que seria uma tragédia de proporções apocalípticas para a sociedade atual, visto que o kernel está presente em uma ampla variedade de dispositivos, desde smartphones até carros inteligentes. Ramificações deste ato poderiam incluir largas partes da internet sendo deixada vulnerável a exploits e companhias ao redor do mundo podendo até herdar pacotes de responsabilidades legais indesejadas.

Add a comment

Esta é a atualização regular que acontece irregularmente no LineageOS. :)

Grandes mudanças desde 19 de Julho:

  • Aplicativo Email recebeu diversas melhorias, que incluem (mas não se limitam a):
    • Suporte a novos tipos de anexos
    • Notificações por diretórios
    • Sincronização automática de múltiplos diretórios IMAP
    • Links clicáveis para telefones em emails
  • Discador recebeu novas funcionalidades:
    • Gravador de ligações
      • Esta funcionalidade não está disponível para todos os dispositivos / países. Lembrando que você é responsável pelo cumprimento das leis, regulamentações e quaisquer regras onde esta funcionalidade pode ser aplicada
    • Estatísticas de ligações
  • Posição do relógio pode ser customizada (de novo)
  • Dispositivos com o entalhe (notch) não poderão colocar o relógio no centro. Apenas na esquerda ou direta
  • Atualizador suporta atualizações A/B em primeiro plano, priorizando-as.
  • O "System profiles" está de volta
  • Jelly possui a opção de bloquear todo tráfego texto plano, garantindo que os sites que você visita estão usando um protocolo seguro
  • O Patch de segurança do Vendor(fabricante) é exibido na opção "Device info"(Sobre o dispositivo)
  • É possivel alterar o hostname nas opções de desenvolvedor
  • A opção uso de dados no painel de quick settings exibe o valor correto da quantidade de dados trafegados
  • Arquivos .opus agora são suportados nos players de mídia
  • É possível compilar o LineageOS 15.1 usando o Windows Subsystem for Linux
    • Esta funcionalidade é experimental. Maiores detalhes na nossa wiki
  • Patches de segurança de Setembro aplicados (15.1)
  • Patches de segurança de Agosto aplicados (15.1, 14.1)

LineageOS 16.0

A próxima versão do LineageOS ainda está em desenvolvimento, e graças a limpeza e refatoração feita no LineageOS 15.1 esta tende a ser a transição de versões mais calma de todas. Novas funcionalidades serão mais fáceis de ser reintroduzidas já que o trabalho é mínimo ao portar tais itens da versão Oreo para a Pie.

Dispositivos Novos

LineageOS 15.1:

Asus Zenphone Max Pro M1 (X00TD) - maintainers: shivamkumarjha, sagarmakhar

BQ Aquaris X (bardock) - maintainers: brinlyau, eloimuns, Team aquaris-dev

BQ Aquaris X Pro (bardockpro) - maintainers: brinlyau, Team aquaris-dev

Fairphone 2 (fp2) - vindo do 14.1 * Google Pixel (sailfish) - maintainers: _intervigil, razorloves

Google Pixel XL (marlin) - maintainers: intervigil, razorloves

Huawei Honor 4 / 4X (cherry) e 4x China telecom (che10) - vindo do 14.1

Lenovo Yoga Tab 3 Plus Wi-Fi (YTX703F) e LTE (YTX703L) - maintainers: quallenauge, christianciach, olteanv

Motorola Moto X4 (payton) - maintainer: erfanoabdi

Motorola Moto Z2 Play (albus) - maintainer: rahulsnair

Nextbit Robin (ether) - vindo do 14.1 * Wileyfox Storm (kipper) - vindo do 14.1

Wileyfox Swift (crackling) - vindo do 14.1 * Yu Yuphoria (lettuce) - vindo do 14.1

LineageOS 14.1:

Samsung Galaxy Tab S 10.5 (LTE) (chagalllte)

ZTE AT&T Trek 2 HD (jasmine)

Dispositivos Removidos

LineageOS 15.1:

Asus Zenfone 2 Laser (720p) (Z00L)

Asus Zenfone 2 Laser/Selfie (1080p) (Z00T)

Yu Yunique (jalebi)

Yu Yureka (tomato)

LineageOS 14.1:

LG K10 (m216)

Maiores detalhes no link de referência

Fonte: LineageOS

Add a comment

Alguns dias após o lançamento da versão 1.14 do NetworkManager a funcionalidade nm-initrd-generator foi adicionada.

Este gerador de Initrd serve para criar configurações de rede o mais cedo possível no processo de boot. O utilitário busca os arquivos e comandos mínimos necessários para criar conectividade no passo do initial ramdisk, antes mesmo de haver interações de serviços e de usuário.

Maiores detalhes desta funcionalidade do NetworkManager estão no seguinte commit.

Fonte: Phoronix

Add a comment

Todo dia um projeto interessante surge na comunidade Opensource.

O KiCad é um EDA (Electronics Design Automation) opensource, usado para fazer os esquemas de placas lógicas (PCBs). O software em si já é bastante poderoso e seu instrumental de ferramentas pode ser ampliado através do plugin plotkicadsch.

Este plugin é uma pequena ferramenta que exporta os arquivos Sch do Kicad em imagens SVG (PDF e PNG estão nos planos do desenvolvedor). Não só isto, mas a ferramenta também faz o diff visual que permite ao usuário comparar de forma lúdica diferentes revisões de git das esquemáticas criadas.

Exemplo:Fonte: HackADay

Add a comment

Patricia Torvalds, filha do autor do kernel Linux, Linus Torvalds, tornou-se uma das signatárias do manifesto pós-meritocracia. O manifesto foi criado pelo ativista transgênero Coraline Ada Ehmke. Ele(a) é autor(a) do Código de Conduta que foi aceito pelos desenvolvedores do kernel ontem e fez Torvalds se afastar temporariamente da função de desenvolvedor chefe do kernel. Também é conhecido(a) por causar diversas polêmicas no GitHub, tentando expurgar dissidentes ideológicos, algumas vezes com base em posts em suas contas pessoais no Twitter.

O manifesto diz que "a meritocracia tem consistentemente mostrado que beneficia aqueles com privilégios, excluindo pessoas sub-representadas na tecnologia. A ideia de mérito nunca é claramente definida; ao contrário, parece ser uma forma de reconhecimento, um reconhecimento de que 'essa pessoa é valiosa na medida em que é parecida comigo'" e prega que a indústria deve "abandonar a noção de que o mérito é algo que pode ser medido, e que pode ser almejado em igualdade de condições por todos os indivíduos, e que pode ser distribuído de forma justa". Ao invés, o documento propõe um mundo "fundamentado em um conjunto central de valores e princípios, uma afirmação de pertencimento que se aplica a todos que se engajam na prática do desenvolvimento de software".

Fonte: Reddit.

Nota 1: dado o comportamento do sr. Torvalds em listas de discussão, pode-se inferir a existência de motivos para sua filha assinar o manifesto.

Nota 2: os jantares em família deles deverão ficar bem agradáveis...

Add a comment

Em um movimento surpreendente, Linus Torvalds está dando um tempo do seu trabalho no kernel Linux para tratar de seu comportamento. O desenvolvedor, que já está há mais de 30 anos à frente do desenvolvimento do kernel, é conhecido por tratar seus colegas com extremas rispidez e falta de educação. De acordo com seu post na LKML,

"Eu preciso mudar alguns dos meus comportamentos, e eu quero me desculpar com as pessoas que o meu comportamento pessoal machucou e, possivelmente, afastou inteiramente do desenvolvimento do kernel"

Torvalds mostrando o dedo médio

Torvalds ainda sugeriu escrever um filtro de e-mail que suprimisse os palavrões e termos ofensivos em suas mensagens públicas à lista. Essa inesperada decisão vem ao encontro do lançamento de um código de conduta para desenvolvedores do kernel open source. Enquanto muitos acreditam que o CoC vá trazer melhorias nas relações interpessoais dos desenvolvedores, outros acreditam que ele seja um plano dos SJW para que eles dominem o desenvolvimento, que ele esteja sendo pressionado por alguém (executivo de empresas que patrocinam o desenvolvimento do kernel) e outros - inclusive alguns editores desse site - acreditam que Linus está errado em tomar essa decisão devido à meritocracia - isto é, a forma de ele conduzir o desenvolvimento do kernel pode ser reprovável para muitos, mas funcionou durante esse tempo todo, portanto Linus teria um direito de ser mal-educado com quem ele quisesse, inclusive sugerindo que pessoas que escrevem código ruim deveriam ter sido abortadas.

Em uma atitude similar, na última semana os desenvolvedores do Python removeram a terminologia Master/Slave da linguagem de programação.

E você, acredita que o desenvolvimento open source esteja sendo dominado por uma onda de politicamente correto? Você trabalharia em um grande projeto, mas com ambiente hostil?

Fontes: ZDNet, Phoronix, LKML.

Add a comment

Alexander Larsson, o desenvolvedor líder e criador do sistema de empacotamento Flatpack, anunciou que o software funciona no Windows Subsystem for Linux. Ele anunciou o desenvolvimento via Twitter, mas não forneceu maiores detalhes, tais como como obtê-lo e configurá-lo por si mesmo. No entanto, ele disse que o sistema precisou de "gambiarras hacker" e que, devido às restrições do WSL, o sandboxing está "um pouco limitado".

Fonte: NeoWin.

Add a comment

Durante a European Open-Source Firmware Conference que está ocorrendo nesta semana em Erlangen, a Intel anunciou o projeto "Slimbootloader" (também na grafia Slim Bootloader) e este projeto é bastante promissor.

O Slim Bootloader é uma implementação EFI baseada no Coreboot licenciado na BSD de duas cláusulas. É uma solução de firmware de inicialização projetada para ser segura, leve e otimizada. É teoricamente pequena, extensível, rápida e suporta múltiplos sistemas operacionais, tendo também a funcionalidade de atualização similar as implementações de UEFI.

Antes que a empolgação tome conta, este projeto tem foco nas plataformas Apollo Lake e não está claro se a Intel deseja fazer o backport desta tecnologia para outras gerações de hardware.

Buscando por informações na internet, as páginas de documentação e fontes estão disponíveis para todos.

Fonte: Phoronix

Add a comment