O Alpine Linux é uma distribuição com foco em segurança e eficiência na utilização de recursos. Tem como público alvo os "power users" e faz a economia de recursos compilando apenas o estritamente necessário durante o empacotamento de software, e utiliza a musl libc e busybox como softwares básicos. Isto faz com que containers utilizem apenas 8MB de espaço em disco, e uma instalação básica consuma apenas mínimos 130MB de disco rígido.

Possui seu próprio gerenciador de pacotes (apk) e utiliza o OpenRC como sistema init. Na parte de segurança, os binários utilizados pelo usuário são compilados com PIE (Position Independent Executables) e Stack Smash Protection habilitados.

Sem mais delongas, estes são os itens destaque da versão 3.8.0 desta distribuição:

  • Suporte netboot para todas as arquiteturas
  • Arm64 (aarch64) e imagem para Raspberry Pi
  • Suporte ao novo Raspberry Pi 3 Modelo B+
  • ISO com suporte a s390x (instalação KVM)
  • Final do suporte ao hardened kernel(Grsecurity) - Para os desatualizados, a treta do grsec se encontra aqui
  • Suporte a linguagem Crystal
  • Linux 4.14
  • Go 1.10
  • Node.js 8.11 (LTS)
  • Rust 1.26
  • Ruby 2.5
  • PHP 7.2
  • ghc 8.4
  • OCaml 4.06
  • R 3.5
  • Jruby 9.2

A lista de todas as alterações pode ser encontrada no git log e no bug tracker.

Nota: Pra quem já utiliza Arch Linux ou Slackware, ou está procurando uma distribuição para algum projeto em hardware bastante limitado o Alpine pode ser uma solução viável assim como o TinyCore Linux.

Fonte: Alpinelinux.org