O i-Educar é um software público e on-line voltado à gestão de escolas, como matrículas e dados dos alunos. No último dia 5, o portal do Software Público Brasileiro anunciou que o mesmo estava recebendo novas funcionalidades, com destaque para revisão e aprimoramento do código, uma nova interface e o módulo de Diário do Professor para a versão Comunidade, bem como um aplicativo para faltas que funciona sem internet na sala de aula. O projeto receberá, ainda, investimentos da Fundação Lemann, do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Por questões de transparência, a Portabilis manterá o repositório do projeto no Gitlab do Portal do Software Público Brasileiro sempre atualizado, sem desvirtuar o projeto e o Portal do SPB. De acordo com um dos colaboradores deste portal que trabalhou no projeto, existem duas versões do sistema: uma comunitária e outra paga. O projeto pertencia, originalmente, à Prefeitura Municipal de Itajaí, quando foi transferido para a Portabilis, na qual mudou de liderança e teve seus fontes abertos, ao passo que a prefeitura teria criado outro sistema, chamado Erudio, sem os fontes disponíveis à comunidade.