Phoronix[1] noticiou que um dos principais desenvolvedores do LLVM —Rafael Espíndola, é o quinto mais ativo na comunidade— deixa o projeto, em atrito com o CoC. Ele coloca luzes em questões de falsas igualdades que o código propõe a resolver e que e não traz equidade para a comunidade.

A comunidade open-source sofre uma forte atrito, com a onda conservadora mundial. Devido muitos anos com liderada por simpatizantes da esquerda —lembrando que o nosso movimento não é de caráter politico.

[1] https://www.phoronix.com/scan.php?page=news_item&px=LLVM-Rafael-Espindola