Ontem a Microsoft anunciou a adesão a Open Invention Network (OIN), um grupo/consórcio de patentes opensource criado para ajudar na proteção do Linux em processos legais relacionados a patentes. Na essência, este acontecimento faz com que a biblioteca com cerca de 60.000 patentes da Microsoft se torne acessível aos membros da OIN.

A OIN possui uma plataforma com cerca de 2.400 associados - de desenvolvedores individuais a grandes empresas do mercado como Google e IBM - e todos os membros tem direito de acesso as patentes que ela (OIN) é dona e isto torna possível o licenciamento cruzado entre tais licenças de forma "royalty-free".

Ao se juntar, a Microsoft dá um passo considerável em direção a comunidade: Faz com que suas patentes estejam acessíveis a outros players do mercado e finda os processos que ela havia em aberto contra outras empresas, como o caso do faturamento bilionário que ela fazia ao cobrar patentes da Samsung relacionadas ao Android.

Tempos mudam e é bom ver empresas como a Microsoft se adequando. Isto a torna "boazinha"? Cabe ao leitor opinar. Na minha humilde opinião, é apenas uma questão de adequação ao mercado.

Anúncio Oficial: Microsoft Joins The Open Invention Network Community

Fonte: The Verge

Edit: Uma matéria chegou até a nossa atenção e ela é importante para mudar a ótica desta notícia e a mística que outros blogs estão reforçando que a Microsoft "ama o Linux" ou "vai deixar de fazer trollagem com patentes".

Resumidamente (tome um tempo para ler o original abaixo): A OIN é apenas uma mordaça bastante barata para o bolso das big-corps que cria um pacto de não-agressão entre elas, coordenada pela IBM, a patent-troll-mor da TI. 

Apesar de parecer ser um "grupo distribuído de empresas importantes" na verdade visa proteger as patentes da comunidade e não a comunidade dos problemas que envolvem patentes. Até a aplicação do termo opensource a patentes é tão abstrato quando dizer "Fulano está com uma voz azul".

Outro detalhe é que o ingresso a OIN não significa que a empresa membro disponibiliza suas melhores patentes, já que empresas grandes acabam tendo privilégio na criação de centenas de patentes pequenas e de conteúdo duvidoso. Ou seja, nada de patentes com as tecnologias interessantes do Windows para o grupo todo utilizar.

Enfim, jogam migalhas e criam um circo para parecer que realmente há cooperação com a comunidade quando na verdade ela é fictícia.

Fonte 2: Open Invention Network is a Proponent of Software Patents — Just Like Microsoft — and Microsoft Keeps Patents It Uses to Blackmail Linux Vendors