Segundo artigo do site especializado em segurança BleepingComputer, um desenvolvedor misterioso disponibilizou uma versão da suíte de escritório livre LibreOffice na Microsoft Store, do Windows 10.

O programador, que se identifica apenas como ".net", oferece a suíte por US$ 2,99. Ele afirma que a versão trial é ilimitada, com todos os recursos, mas que se o usuário comprar o programa, o dinheiro irá para a The Document Foundation, mantenedora da suíte.

O site analisa que o desenvolvedor utilizou a tecnologia Desktop Bridge para converter a suíte para o formato de Aplicativo Universal, e levanta a preocupação de que "Como o aplicativo é open source, não temos ideia se foi adulterado de alguma forma". Mais tarde a TDF entrou em contato com o site e explicou que o item na loja não está afiliado com a companhia e que o dinheiro coletado não vai para eles.

O download oficial do LibreOffice para Windows (e outros sistemas) pode ser realizado na página do projeto.